AvantGarde > Acontece > Tudo sobre esportivos! > PORSCHE, UMA HISTÓRIA DE CORRIDAS – PARTE 7

PORSCHE, UMA HISTÓRIA DE CORRIDAS – PARTE 7

26 de dezembro de 2017 / 311 / Tudo sobre esportivos!
Facebook It
Tweet It
Pinterest It
Google Plus It

O início do século 21 foi marcado por uma pausa na divisão Porsche Racing. A morte de Ferry Porsche e  Ferdinand Piëch assumindo o controle do VW Group foram golpes duros. A Audi entrava com força total nos campeonatos de endurance. Sem a intenção de ver a Porsche numa disputa direta, Piëch freou os novos desenvolvimentos. Toda a equipe de engenharia da divisão Porsche Motorsports foi deslocada para o desenvolvimento do Porsche Cayenne. Seria o fim? Não! Novos ares foram surgindo lentamente e levando a Porsche novamente ao seu lugar de direito: As pistas!

Veja também:

PORSCHE, UMA HISTÓRIA DE CORRIDAS – PARTE 6

PORSCHE, UMA HISTÓRIA DE CORRIDAS – PARTE 5

PORSCHE, UMA HISTÓRIA DE CORRIDAS – PARTE 4

PORSCHE, UMA HISTÓRIA DE CORRIDAS – PARTE 3

PORSCHE, UMA HISTÓRIA DE CORRIDAS – PARTE 2

PORSCHE, UMA HISTÓRIA DE CORRIDAS – PARTE 1

Porsche RS Spyder, o retorno em grande estilo da Porsche Motorsports

Fora das pistas desde 1999, quando o projeto Porsche 911 GT1 chegou ao fim, a Porsche, por ordem de Ferdinand Piëch, não deveria disputar com a Audi. O domínio da marca das quatro argolas nas corridas de carros de turismo nos primeiros anos do século 21, contava com ajuda de um Know How Porsche. Mas quem nasceu para vencer não consegue ficar em segundo plano. No final de 2005, o Porsche RS Spyder (conhecido internamente como 9R6 Type), estreou para competir na LMP2. O protótipo leva o nome, inspirado no lendário Porsche 550 Spyder, que conquistara muitas vitórias nos anos 50s. O RS Spyder marcou o primeiro retorno ao nível superior de protótipos. No evento final de 2005 da American Le Mans Series (ALMS), em Laguna Seca, foi vencedor da sua classe. Desde então, o RS Spyder ganhou o Campeonato AMLs LMP2 em 2006, 2007, 2008 e honras de classe em Le Mans em 2008 e 2009. O RS Spyder foi concebido totalmente em casa pelos engenheiros da Porsche. O chassi é um monocoque de fibra de carbono rígidos com motor e a transmissão integrados totalmente a parte física do chassi. O carro tem um peso líquido de 825 kg, em 2010, mas rebaixado posteriormente para 750 kg. O motor, que inicialmente produzia 478cv foi desenvolvido e modificado para atender as regulamentações mudando tanto da ALMS quanto na ACO. Para 2008, o motor desenvolvia 503cv com injeção direta de combustível e 440cv em 2009 com limitações no restritor de ar.

 

O Porsche RS Spyder da Penske que correram na LMP2

 

O Porsche 919 Hybrid enfrentando a Audi no LMP1

Ferdinand Piëch se aposentou como CEO do grupo VW em 2002. Mesmo continuando envolvido nas decisões estratégicas do grupo até 2015. O entrave do homem forte da Audi não era mais empecilho e em 11 de junho de 2012 a divisão Porsche Motorsports anunciou o novo programa desportivo. Exatamente um ano depois de seu anúncio, os testes do primeiro chassi foram concluídos. A nomenclatura escolhida foi Porsche 919, uma referência para o sucesso do seu antecessor, o Porsche 917 da década de 1970 e o mais recente supercarro da Porsche o 918. Com um motor V4 turbo de 2 litros a gasolina com injeção direta, movendo as rodas de trás. Dois sistemas de recuperação de energia e um motor elétrico movia as rodas dianteiras. Em 14 de Dezembro de 2013 surgia o Porsche 919 Hybrid, construído para competir no Campeonato Mundial de Endurance em 2014 na categoria dos LMP1-H, dominada pela Audi desde 2000.

 

Porsche 919 Hybrid apresentado no salão de Genebra de 2013

 

Cores icônicas para homenagear o passado e conquistar o futuro

As cores dos três carros durante a temporada de 2015 foram uma homenagem as conquistas da Porsche Motorsports nas pistas. A cor vermelha em homenagem ao Porsche 917, que venceu as 24 horas de Le Mans em 1970. A cor preta em referência ao Porsche 918 Spyder, que percorreu os 20 Km de Nürburgring Nordschleife em 6 minutos e 57 segundos. Já a cor branca é uma referência a todos os carros de corridas alemães, que tradicionalmente eram brancos. Após um desempenho insuficiente durante a temporada de 2014, o alvo era a vitória nas 24 Horas de Le Mans de 2015. A equipe da Porsche Motorsports decidiu fazer mudanças no seu Porsche 919 Hybrid.  Remodelou o nariz e a lateral do carro, aumentando as entradas de ar. O motor permaneceu igual a sua versão de 2014, a principal diferença em seu desempenho foi a mudança em seu sistema híbrido, que passou da subcategoria de 6MJ para a de 8MJ, o que permitiu um consumo de até 2,22 kWh por volta. Essas modificações não foram suficientes para ganhar a corrida, ainda…

 

Os três Porsche 919 Hybrid de 2015 seguidos pelos Audi Quattro que ganharam naquele ano.

 

De volta ao degrau mais alto

Sem a competição da Porsche, a Audi ganhou 13 edições de Le Mans entre 2000 e 2015. A nova versão do Porsche 919 Hybrid para o Campeonato Mundial de Endurance  foi apresentada no circuito de Paul Ricard em 2016. Mantendo a mesma estrutura básica da sua versão de 2015, mas com algumas alterações técnicas para atender as exigências do regulamento e ao mesmo tempo manter a competitividade do carro em relação as outras equipes. O motor de 2.0 V4 com injeção direta, perdeu potência e agora possui 500cv nas rodas traseiras. Já a transmissão foi substituída por uma feita de alumínio e fibra de carbono na tentativa de reduzir o peso do carro. Para compensar a perda de potência no motor, os sistemas de recuperação de energia foram aprimorados. O primeiro deles aproveita a energia cinética das frenagens para produzir energia elétrica, esse sistema é geralmente conhecido como KERS. Já o segundo sistema aproveita os gases do escapamento para mover um gerador de eletricidade dentro do carro. A energia de ambos os sistemas é armazenada em baterias de íon de lítio, adicionando por um curto período de tempo mais 400cv nas rodas dianteiras. Com esse carro a Porsche é a atual campeã das 24 h de Le Mans, vencendo em 2016 e 2017.

 

O Porsche 919 Hybrid campeão de 2017. A Porsche Motorsports de novo no topo!

 

As pistas de corrida, lar da Porsche e origem do Porsche Lifestyle

A Porsche é sem dúvida uma das marcas, senão a mais icônicas do mundo. Desenvolvedora de tecnologias fantásticas que proporcionam aos amantes de carros um estilo de vida diferenciado.  A AvantGarde Motors trás a Belo Horizonte um pouco desse estilo de vida! É um prazer para nós ter a Porsche sempre presente em nosso salão.

 

Você pode gostar também

Os 10 carros mais caros do mundo
31 de agosto de 2018

Leave your comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Precisando de uma ajuda para escolher um veiculo?

Entre em contato