AvantGarde > Acontece > Tudo sobre esportivos! > Porsche, uma história de corridas – Parte 4

Porsche, uma história de corridas – Parte 4

13 de novembro de 2017 / 151 / Tudo sobre esportivos!
Facebook It
Tweet It
Pinterest It
Google Plus It

Definitivamente os anos 1970 foram marcados pela presença incisiva da Porsche. Com o banimento da sua lenda Porsche 917, a marca virou a preferida das equipes particulares, que lotaram as pistas mundo afora com os alemães de Stuttgart.

Veja também:

PORSCHE, UMA HISTÓRIA DE CORRIDAS – PARTE 1

PORSCHE, UMA HISTÓRIA DE CORRIDAS – PARTE 2

PORSCHE, UMA HISTÓRIA DE CORRIDAS – PARTE 3

Porsche 914 – 6 GT

Para completar o seu time no Sportscar Championship, a Porsche introduziu uma versão apimentada do seu Porsche 914. O carro que, originalmente, foi produzido em parceria com a Volkswagen e conseguiu bons resultados. Recebeu o motor flat-6 2.0L de 110cv que também equipou o Porsche 911. Em 1970, chegou no 6º lugar geral, na frente de alguns Porsche 917 e Ferraris. Também correu na famosa Targa Florio, tradicional corrida vencida pela Porsche, Rally de Monte Carlo e Daytona. Foram produzidos somente 3360 exemplares desse carro entre 1970 e 1972.

O Porsche 914-6 GT foi uma variante do modelo de produção em série feito em pareceria com a Volkswagen.

Porsche 911, 50 anos de vida e de corridas

O Porsche 911 foi lançado em 1963, desde então sua história está ligada às corridas. Foram várias versões que correram pela Porsche, conseguindo resultados imponentes.  O Porsche 911 começou sua história nos esportes a motor em 1965, onde participou do Rally de Monte-Carlo e do Sportscars Championship, à partir de equipes particulares. Essa sequência continuou mantendo a fama de resistente e ajudando a formar a lenda da Porsche. Com o banimento do Porsche 917, por causa das novas normas da classe 5 da FIA ,  a fábrica prepara em 1973 o Porsche 911 RSR. A versão de corrida do Porsche 911 RS foi a primeira a adotar o Turbo e foi base de desenvolvimento para todos os carros futuros da marca de Stuttgart nos anos seguintes. Sempre figurando entre os primeiros lugares nas corridas, foi o carro chefe de equipes menores nos campeonatos mundo afora, lugar que mantém até os dias de hoje. Também foram criadas e vendidas para o público as versões GT3, GT2 e GT1, todas turbinadas e séries especiais de peso reduzido, maior potência e imponência sem igual. O Porsche 911 fez a história da marca dentro e fora das pistas e ajudou a consolidar a hegemonia da Porsche.

O Porsche 911 foi um ícone desde o lançamento e ajudou a consolidar a Porsche nos esportes a motor.

Porsche 934

Em 1976 surge o Porsche 934, a versão de corridas do Porsche 911 Turbo da geração 930. Desenvolvido para atender às regras do grupo 4 do Sportscars Championship. As equipes particulares passaram a adquirir esse modelo que contava com o motor de 485 cv e peso de 1120 kg. Essa máquina acelerava de 0 a 100 km/h em 3,9 s e alcançava os 300 km/h.

O Porsche 934 foi a variante do Porsche 911 serie 930 para o grupo 4 do Sportscars Championship e esteve sempre presente durante toda a década.

Porsche 935

Também concebido em 1976 para atender ao grupo 5 da FIA, foi mais uma evolução do Porsche 911 Carrera RSR. Correndo novamente como equipe oficial da Porsche, a Martini Racing dominou o cenário do Sportscars Championship. Optando por melhorar a aerodinâmica, a Porsche fez o capô diferenciado para esse modelo. Dando uma caraterística peculiar, o 935 não tinha os paralamas e faróis salientes e clássicos do Porsche 911. O motor Boxer 2.8 com bloco em alumínio desenvolvia 590 cv, acelerando de 0 a 100 km/h em 3,3s e alcançando 339 km/h de máxima. Uma outra característica desse modelo é o peso reduzido, Know-how dominado pela Porsche, para atender as normas, pesava apenas 970 kg.

O Porsche 935 figurou sempre nas primeiras posições, vencendo inclusive as 24h de Le Mans de 1979.

Porsche 936, de volta à vitória

Substituto tardio do Porsche 917, foi a opção de 1976 para o grupo 6 da FIA. O chassi tubular de alumínio, carroceria de fibra de vidro  como seu antecessor. O motor 2.2, variante da série 930 que alcançava 540 cv. O peso de 700kg permitia a fera voar a 350 km/h. Foi produzido até 1980 com o histórico de 6 vitórias no campeonato de 1976, levando o título, além da vitória em Le Mans de 1977 e 1981. E campeão carro oficial da marca correndo pela Martini Racer.

O Porsche 936 foi o desenvolvimento para o grupo 6 da FIA. Substituto tardio do Lendário 917, foi bicampeão em Le Mans 76/77

A consolidação da Porsche como maior fabricante entre os carros de corrida de turismo do mundo continuou pelas décadas seguintes. Acompanhe os fantásticos anos 1980 e os grandes avanços tecnológicos criados no laboratório das pista, na parte 5.

Leave your comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Precisando de uma ajuda para escolher um veiculo?

Entre em contato