AvantGarde > Acontece > Tudo sobre esportivos! > Porsche Cayenne S E-Hybrid, consciência limpa

Porsche Cayenne S E-Hybrid, consciência limpa

7 de setembro de 2018 / 110 / Tudo sobre esportivos!
Facebook It
Tweet It
Pinterest It
Google Plus It

Como estar na linha de frente das inovações tecnológicas? A Porsche sabe bem como é isso, desde quando seu fundador já trabalhava com carros híbridos em 1896. Conheça o Porsche Cayenne S E-Hybrid.

Veja também:

BMW I8, DIRETO DOS FILMES DE FICÇÃO CIENTÍFICA

PORSCHE CAYENNE GTS, O SUV REALMENTE SPORT

 

A história dos híbridos no DNA da Porsche

Carros híbridos são a vanguarda da indústria automobilística, entretanto são velhos conhecidos da Porsche. Atraído pela nascente indústria automobilística, Jakob Lohner, contratou Ferdinand Porsche e começou a construir automóveis em 1896. Em 1898, Porsche desenvolveu um motor elétrico, que acoplou a cada uma das quatro rodas de uma carruagem. Além dos motores elétricos, um motor a gasolina, com a função apenas a de carregar as baterias, já que este não propulsionava qualquer tração. A velocidade máxima era 56 km/h. Nasceu assim o primeiro automóvel híbrido que foi batizado de Lohner-Porsche. Mais de um século depois, esse sistema volta a impulsionar os carros, levando a Porsche ao tricampeonato nas 24 horas de Le Mans de 2015 a 2017 com o Porsche 919 Hybrid. O melhor é ter a mesma tecnologia nas mãos ao guiar o Porsche Cayenne S E-Hybrid.

 

O Porsche Cayenne S E-Hybrid é a confirmação da herança da Porsche entre os híbridos, tecnologia que vem evoluindo a mais de 100 anos.

 

O surgimento da versão Porsche Cayenne S E-Hybrid

O Porsche Cayenne foi um sucesso desde seu lançamento em 2003. Além da possibilidade de ter um Porsche SUV, com tração integral e capacidades Off-Road empolgou entusiastas, apesar de ter torcido o nariz dos puristas. Durante o salão do automóvel de Frankfurt em 2005 foi anunciada a versão híbrida. Em 2010, a segunda geração é apresentada com a opção híbrida funcional e vendável. Essa versão possuía o motor 3.0 V6 aspirado, que gera 333 cv, somado a um motor elétrico de 48 cv. Em 2014 surgiu a versão Porsche Cayenne S E-Hybrid, agora sim mais evoluída e com a possibilidade de ser “plugada”. Exato, o dono pode deixar as baterias carregando em casa durante a noite para impulsionar o novo motor elétrico de 95 cv.

 

O Porsche Cayenne S E-Hybrid tem as linhas fluidas da segunda geração e conta com os dois motores que somados vão a 416 cv.

 

Economia e baixas emissões

O V6 somado ao seu parceiro elétrico é bem mais sustentável. Trabalhando juntos, a potência máxima chega a 416 cv e 60,2 mkgf de torque. O Cayenne S convencional com motor V6 3.6 Turbo, gera 420 cv e 56 mkgf de torque. O Cayenne E-Hybrid leva vantagem por poder rodar por até 36 km, no ciclo urbano, sem precisar acordar o motor a gasolina. O motor elétrico ainda empurra sozinho, com zero emissões, o SUV de 2.350 kg (265 kg a mais que a versão a gasolina) a até 125 km/h. Com o somatório dos motores, a economia também conta, um SUV desses faz 17 km/l. Na tela no computador de bordo ou na central multimídia é mostrada a força saindo de cada motor. Enquanto a força do V6 passa pelo câmbio Tiptronic de oito marchas no modo E-Charge, junto com os freios regenerativos recarrega-se a bateria.

 

As pinças em verde identificam a versão do Porsche Cayenne S E-Hybrid, os freios regenerativos ajudam a recarregar as baterias para impulsionar o motor elétrico.

 

O Porsche Cayenne S E-Hybrid faz bonito em força total

Quando se liga o modo Sport, o SUV ganha pimenta. Combinado à suspensão pneumática em Sport Plus, que enrijece e reduz a altura da suspensão ele voa baixo. O torque de 31,4 mkgf do motor elétrico é imediato ao cravar o pé no acelerador. Enquanto isso, o motor a gasolina respira fundo para finalizar o empurrão longitudinal e arremessar o Cayenne para a frente. São só 5,9 s para chegar a 100 km/h, nisso o econômetro estará sobre a faixa vermelha (Boost). Mas para a emoção vale a pena chegar à máxima de 243 km/h.

 

O Painel do Porsche Cayenne S E-Hybrid é completo e possui marcadores capazes de indicar quando o sistema elétrico está funcionando sozinho e quando o poderoso V6 entra em ação.

 

Luxo digno da sua categoria

O Porsche Cayenne S E-Hybrid conta com o interior em couro com opcionais rodas 21″, (PASM) suspensão a ar ativa com controle de altura e amortecimento. Volante esportivo com paddle shift e teto solar elétrico. Bancos elétricos com apoio lombar e memória. Ar condicionado com três zonas, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro com câmera de ré. Os icônicos faróis full led. Além do sistema multimídia PCM, o som Bose. Lembrando a pegada ecológica e identificação da versão híbrida, as pinças de freio são pintadas em verde, assim como a logo na tampa traseira. Luxo, conforto, emoção, economia e consciência limpa ao dirigir um Porsche. Essa máquina especial está disponível na AvantGarde.

 

O interior luxuoso em couro e o painel de instrumentos completo faz dele um SUV de respeito.

Você pode gostar também

Os 10 carros mais caros do mundo
31 de agosto de 2018

Leave your comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Precisando de uma ajuda para escolher um veiculo?

Entre em contato