AvantGarde > Acontece > Tudo sobre esportivos! > 5 exclusividades da Ducati 1199 Panigale Senna

5 exclusividades da Ducati 1199 Panigale Senna

16 de Janeiro de 2018 / 244 / Tudo sobre esportivos!
Facebook It
Tweet It
Pinterest It
Google Plus It

O Brasil e o mundo associam o nome Senna à velocidade. Um dos Deuses das pistas, Ayrton Senna também era apaixonado por motos. Em 2014 foi lançada a Ducati 1199 Panigale Senna, em homenagem aos 20 anos de seu legado. Enumeramos as 5 características especiais desse modelo exclusivo!

 Veja também:

MUSTANG SHELBY GT500, A LENDA AMERICANA

ASTON MARTIN DBS, O CARRO DE 007

Primeiro modelo com a chancela do tricampeão

A paixão pela velocidade sempre esteve estampada nas conquistas de Ayrton Senna. Fora do cockpit, o piloto de Fórmula 1 alimentava seu entusiasmo também por motocicletas e era um Ducatista, dono de uma Monster 900 e uma Desmo 851 (presenteada pela Scuderia Ferrari). Em 1994, Senna esteve na fábrica da Ducati em Borgo Panigale, na região de Bologna (Itália), e contribuiu para que a Ducati desenvolvesse uma série especial, que mais tarde levaria o seu nome, 916 Senna. O piloto fez várias solicitações como altura, dureza da suspensão, aerodinâmica e potência do motor. Antes de sua morte, em maio daquele ano, o projeto estava finalizado. A moto só seria lançada ao fim de 1994. Como homenagem, a marca italiana colocou o nome Ducati 916 Senna. As cores também foram escolhidas por ele.

 

A Ducati 916 Senna foi lançada em homenagem ao Tricampeão em 1994 e marcou época

 

O que a Ducati 1199 Panigale Senna tem de tão especial?

 

1-Exclusividade

A completa exclusividade de uma moto produzida em série limitada. Na mira dos colecionadores, a superbike italiana fruto de muita tecnologia. É uma releitura da Ducati 916 Senna que teve detalhes escolhidos pelo próprio Senna. Ayrton Senna correu 161 Grandes Prêmios de Formula 1 e esse é o número de Ducati 1199 Panigale Senna. O exemplar de numero 134 está disponível na AvantGarde.

 

A numeração especial que mostra a exclusividade dos 161 exemplares produzidos.

 

2-Filantropia

Parte da verba arrecadada com a venda da edição limitada da Ducati 1199 Panigale Senna foi revertida para os programas e as soluções educacionais do Instituto Ayrton Senna. A moto foi criada para ser especial e proporcionou uma renda especial para o instituto.

 

Paula Senna, sobrinha de Ayrton, no lançamento da moto em homenagem ao tio e representando o Instituto Ayrton Senna

 

3-O motor

É equipada com o moderno motor Desmodrômico Superquadro, o mesmo da Ducati 1199 Panigale S. O 2 cilindros em L e 1198cc, foi projetado como um elemento estrutural do chassi. A arquitetura foi completamente revista para garantir o melhor projeto em termos estruturais, de distribuição de peso e robustez. Os cilindros, com um ângulo de 90° entre si, foram girados mais 6° para trás no cárter para resultar em um ângulo de 21° entre o cilindro dianteiro e o plano horizontal. Isso permitiu avançar o motor em 32 mm, resultando em uma melhor distribuição de pesos entre as extremidades dianteira e traseira e alcançando uma posição perfeita dos pontos de fixação do cabeçote do cilindro no chassi monocoque das 1199 Panigale S.

 

A Ducati preparou a máquina para ser realmente especial, em todos os seus detalhes.

 

4-Relação Peso/Potência

O quadro em alumínio aeronáutico e as diversas peças em fibra de carbono proporcionam para a Ducati 1199 Panigale Senna uma relação peso potência absurda: são 195 cv para 168,5 kg de peso, ou seja, 1,15cv/kg! Não podemos esquecer do torque impressionante de 13,6 kgfm.

 

Os faróis de LED se escondem no desenho da moto, parecendo realmente um modelo de competição.

 

5-A Suspensão

As suspensões montadas são da sueca Öhlins, modelo NIX30 43mm com TiN e TTX36 (dianteiro e traseiro respectivamente), totalmente ajustáveis eletronicamente na compressão e retorno dando as mesmas características exclusivas das superbikes com a chancela “S”.

 

A suspensão especial e com ajustes eletrônicos, além dos famosos freios Brembo dão um toque a mais na Ducati 1199 Panigale Senna

 

Cinco características são poucas para a máquina

Tudo bem que são apenas 5 características, mas a Ducati 1199 Panigale Senna é mais especial. Não podemos deixar de falar do farol dianteiro que desaparece nas tomadas de ar, dando uma aparência de competição sem barreiras. A iluminação em LED, um conceito diferencial para motocicletas. As formas elegantes da sela e da traseira são destacadas pela posição do escapamento e pela luz traseira totalmente em LED. Perspectivas e linhas foram desenhadas para atingir a perfeição estética. Cada um dos seus componentes é uma verdadeira realização na integração da engenharia com o design. Completam a configuração da moto o escapamento Ducati Performance, freios ABS, RbW (Ride by Wire), DTC (Ducati Traction Control), EBC (Engine Break Control, DQS (Ducati Quick Shift) e DES (Ducati Eletronic Suspension).

 

Ficha técnica  da Ducati 1199 PANIGALE S Senna

Motor: Superquadro: 2 cilindros em L, 4 válvulas por cilindro, Desmodrômico, refrigerado a água

Cilindrada: 1198cc

Potência: 195 cv a 10750rpm

Torque: 13,6 kgfm a 9000rpm

Escapamento: Sistema 2-1-2 com conversor catalítico e 2 sondas lambda. Dois silenciadores inoxidáveis com mangas externas de alumínio

Câmbio: 6 velocidades com DQS Ducati Quick Shift

Chassi: Monocoque em alumínio

Roda Dianteira: 3 raios em liga leve forjada Marchesini 3,50″ x 17″

Pneu Dianteiro: 120/70 ZR17 Pirelli Diablo Supercorsa SP

Roda Traseira: 3 raios em liga leve forjada Marchesini 6,00″ x 17″

Pneu traseiro: 200/55 ZR17 Pirelli Diablo Supercorsa SP

Peso seco: 166,5kg (367.1lb)

Você pode gostar também

AMG CLA 45 o número 1 nos rankings
8 de Fevereiro de 2018

Leave your comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Precisando de uma ajuda para escolher um veiculo?

Entre em contato